Guilda de Vinhos

Guilda de Vinhos | Todos os vinhos dos presidentes

cats“Nas vitórias é merecido; nas derrotas, necessário” (Napoleão Bonaparte, sobre o Champagne).

Assim foi. A presidente Dilma Rousseff comemorou com Champagne sua reeleição em 26 de outubro.

No dia da posse, em 1º de janeiro de 2015, porém, se os convidados quiserem tomar vinho, apenas poderão beber os produtos da Casa Valduga e Aurora. Essas vinícolas venceram a concorrência pública realizada pelo Itamaraty para fornecer os vinhos dos eventos oficiais do governo brasileiro. Vem da lei, instituída por Lula, que obrigaservir vinhos brasileiros em cerimônias oficiais.Até então, era comum ser servido uísque escocês em todas as festas.

Na recepção da posse de Dilma em 2011 – que ocorreu no terceiro andar do Palácio do Itamaraty, com a presença de dois mil convidados –, foram servidos o vinho branco Casa ValdugaChardonnayGran Reserva, o espumante CasaValdugaBrut Premium e os tintos Casa Valduga Cabernet Sauvignon Gran Reserva e StoriaMerlot, o vinho ícone da vinícola.

cats-1Mas antes disso, em 2002, depois do debate da TV Globo, Lula foi para um restaurante no Rio de Janeiro e comemorou seu desempenho tomando de uma garrafa de vinho Romanée-Conti 1997 que custava R$ 9.600.cats-2

Sabe-se que Fernando Henrique Cardoso (FHC) gosta dos bons pratos e copos. Tanto é que convidou Roberta Sudbrack para ser a cozinheira-chefe do Palácio do Planalto durante seu governo (1997–2013). Até então, eram as Forças Armadas que preparavam as refeições do Presidente da República, sua família e convidados. Nesse tempo, o que mais saia da cozinha era o picadinho de carne acompanhado de farofa de cenoura, banana à milanesa e arroz branco. Já sobre os vinhos, não há registro de seus gostos. Mas há essa história, que se acredita ser verdadeira. Na campanha de 1989, FHC foi até uma chácara em Monte Verde (MG). Lá chegando, só estava a filha do dono. Procurando algo para servir, a moça, aflita, só encontrou um frasco com um licor, bem vedado com fita adesiva. Então abriu e serviu.Enófilo experimentado, FHC provou e identificou logo a bebida: “parece um [vinho do] Porto cansado”, referindo-se à nata depositada no fundo.Ele elogiou tanto que a moça temeu ter servido algum vinho raro que a mãe tinha guardado para ocasiões especiais. De volta à sua casa, a moça foi logo se desculpando com a mãe. Ao que a mãe explicou: “mas, minha filha, aquilo era Biotônico Fontoura que eu coloquei no frasco para enfeitar a cristaleira!”.cats-3

O que há de comum entre FHC e Marina Silva? O Biotônico Fontoura, é claro. Marina Silva ainda não realizou sua vontade de ser Presidente da República. Entretanto, durante a campanha de 2010, ela disse: “nunca fumei maconha, bebi álcool ou usei Daime; só Biotônico Fontoura”. Só não sabia que até pouco tempo antes, o Biotônico Fontoura apresentava teor alcoólico de 9%, maior que o de cervejas e semelhante a alguns tipos de vinhos.Mas isso FHC já havia descoberto.

cats-4

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*