Acesso à Informação / GT Moradia / Mantenha-se informad@ / Moradia / Muito Além do Discurso / Notícias

Vila ConViver consolida conceitos sobre o modelo de sênior cohousing

Com base em mais de dois anos de estudos e pesquisas sobre as alternativas de moradia para a terceira idade e, também, após as apresentações e debates ocorridos durante as quatro primeiras apresentações do projeto da Vila ConViver, o GTMoradia/ADunicamp consolidou alguns dos principais conceitos sobre o modelo de sênior cohousing, que orienta todo o projeto.

Refletir e transformar – A proposta da Vila ConViver tem por objetivo levar os professores aposentados e aqueles que estão próximos da aposentadoria a refletir sobre as opções de moradia e inclusão social disponíveis atualmente, estimulando-os a criar um novo mundo para si. Isso significa transformar a vida e o dia a dia dos moradores em algo que não está disponível nos condomínios e nas vizinhanças em que moramos hoje.

Nova arquitetura social – A arquitetura da futura Vila ConViver é o resultado de um projeto intencional de vizinhança que quebra todos os paradigmas de moradia aos quais estamos acostumados. O objetivo é estimular um estilo de vida que previne o isolamento social e a depressão. Essa proposta de arquitetura social, que incorpora os mais recentes avanços nas áreas da psicologia, geriatria, gerontologia, antropologia e sociologia, contribui de maneira inequívoca para uma vida mais longa, com muito melhor qualidade e muito mais segurança.

Um modelo para o século XXI – A Vila ConViver tem como proposta a viabilização de um modelo de moradia desenhado às realidades do século XXI, onde as pessoas possam continuar aprendendo, evoluindo, curtindo e colaborando para que, nesse processo, toda a sociedade ao redor também seja beneficiada. Enfim, criar um futuro muito melhor para seus moradores e, ao mesmo tempo, contribuir para legar um mundo melhor às novas gerações.

A nova realidade do envelhecimento – O fenômeno da longevidade, representado pelo ganho de quase 30 anos de vida após aposentadoria, é algo novo na história da humanidade. É uma oportunidade para viver uma nova etapa de vida de maneira extremamente rica em termos de experiências e relacionamentos em comunidade – evitando, assim, os perigos do isolamento que, inevitavelmente em algum momento, leva à depressão e ao agravamento das patologias típicas da envelhescência. Viver esses anos com independência e autonomia é o sonho de todos, mas isso demanda a criação de uma cultura do cuidado e de um ambiente solidário.

A importância da comunidade – A importância da comunidade na qualidade de vida das pessoas esteve em pauta ao longo de toda a história da humanidade (1), mas a sua contribuição determinante para a saúde das pessoas, em termos científicos, ganhou visibilidade a partir da década de 60, com a publicação do “Roseto Effect” por Stewart Wolf e colaboradores (2). Hoje, inúmeros estudos confirmam o papel decisivo que o ambiente comunitário exerce sobre a qualidade de vida das pessoas, na longevidade com qualidade de vida, na prevenção e na recuperação de doenças.

O mundo em mudança – A proposta de reconfiguração do ambiente em que, até hoje, vivemos é uma preocupação recente. Antes, essa preocupação não existia, pois as famílias eram muito maiores, a mobilidade das pessoas extremamente reduzida. A grande maioria das pessoas morria relativamente cedo e, consequentemente, muito poucas eram afetadas pelas doenças próprias do envelhecimento, como o Alzheimer e as demências senis.

A construção intencional de um novo tipo de comunidade residencial visando propiciar uma vida saudável nos anos pós-aposentadoria é o melhor investimento para viver os anos tardios de forma plena e o melhor seguro contra a depressão e suas consequências devastadoras.

Viabilização de um sonhoSenior cohousing viabiliza o sonho de continuarmos morando em nossa própria casa por toda a vida,com toda a privacidade que se desejar, num ambiente que permite contínuo desenvolvimento intelectual e social aos moradores. Senior cohousing viabiliza, ainda, em casos de necessidade, o acesso a prestadores de serviço da melhor qualidade num sistema compartilhado, a menor custo, com supervisão dos demais moradores.

RESPONDA O FORMULÁRIO. PARTICIPE!

Caso você tenha participado de um dos Encontros com o GTMoradia e tenha interesse em fazer parte da Vila ConViver mande um email para cohousing@adunicamp.org.br solicitando o formulário de pesquisa e adesão ao grupo de futuros moradores.

Para mais informações sobre a Vila ConViver e comunidades intencionais acesse regularmente a página do GTMoradia/ADunicamp (acesse aqui) 

________________________________________

Referências:

1)Encyclopedia of Community: From the Village to the Virtual World2nd ed. Edition-ISBN-13:978-0761925989

2) The Roseto Effect: A 50-Year Comparison of Mortality Rates 

 

Saiba Mais

Veja aqui o vídeo do primeiro encontro de apresentação do projeto da Vila ConViver, realizado em 07 de abril

Leia aqui o resumo da apresentação do primeiro encontro

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*