GT Moradia / Moradia

GTMoradia realiza penúltimo encontro de apresentação do projeto Vila ConViver

longevidade_26042016

O GTMoradia/ADUnicamp, grupo composto por quatro professores e quatro professoras que pesquisou por mais de dois anos a melhor opção de moradia para pessoas com mais de 50 anos, promoveu na sexta-feira, 19, o penúltimo dos Encontros Iniciais destinados a divulgar a proposta da Vila Conviver, uma senior cohousing, voltada para professores da Unicamp com mais de 55 anos, já aposentados ou em vias de se aposentar.

Vinte e cinco professores participaram do encontro. Somados aos mais de 160 que assistiram as duas primeiras apresentações da Vila ConViver, ocorridas nos dias 7 e 26 de abril, já se aproximam de 200 os professores interessados no projeto. Dezenas deles já se inscreveram para participar das próximas fases executivas de implantação do empreendimento.

O último dos Encontros Iniciais com o GTMoradia/ADunicamp acontece na terça-feira, 24, a partir das 14h30, no auditório da ADunicamp. A partir de agora, o projeto da Vila ConViver entra na fase de formação de grupos e definição da área para implantação do empreendimento.
Esses dois últimos encontros foram programados para apresentar o projeto àqueles professores que não puderam comparecer aos encontros dos dias 7 e 26 de abril.

OPÇÃO REVOLUCIONÁRIA
O modelo escolhido pelo GTMoradia ADunicamp para o projeto da Vila ConViver é classificado como um “projeto intencional de moradia”, no qual os próprios moradores, auxiliados por arquitetos e engenheiros, definem todos os passos de implantação do empreendimento: desde a localização do terreno, o tamanho e o projeto das residências individuais e das amplas áreas comuns.

Cohousing é a mais moderna opção de moradia para quem busca fugir do isolamento social associado aos empreendimentos imobiliários existentes atualmente, que comprometem a saúde das pessoas pelo isolamento a que ficam sujeitas após a criação dos filhos e a aposentadoria. Senior cohousing é uma opção revolucionária, já testada em muitos países desenvolvidos, para as etapas de vida próximas e após a aposentadoria. Trata-se de um projeto de engenharia social que incorpora conhecimentos recentes das áreas de antropologia, gerontologia e arquitetura social para criar uma comunidade habitacional visando a manutenção da saúde física e mental dos seus moradores ao longo de toda a sua existência.

“Cohousing e senior cohousing tornam as residências atuais, quer estejam em loteamentos abertos ou fechados ou em condomínios verticais, uma opção do passado”, avalia o coordenado do GTMoradia, professor Bento Carvalho Junior (FEA).

– Veja aqui os vídeos do segundo encontro, realizado em 26 de abril

– Veja aqui o vídeo do primeiro encontro, realizado em 07 de abril

– Leia aqui o resumo da apresentação do primeiro encontro

Tags: , ,

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*